PUBLICIDADE
ARTIGO
MARCELLE BRONZONI
Marcelle Bronzoni
Marcelle Bronzoni, 29 anos, Enfermeira com especialista em Gestão e Qualidade em Saude, Informatica em Saúde, Marketing Digital e Mentoria de Carreira. Após seis anos trabalhando em uma empresa multinacional, sendo que dois deles foram morando em Dubai, Marcelle foi acometida por um burnout e decidiu mudar totalmente seu rumo profissional - atualmente Marcelle tem trabalhado com um Programa de Mentoria Profissional. Sua grande paix?o é viajar, conhecer novas culturas e explorar as culinárias locais.
O Futuro das Viagens…

Oi Pessoal, Marcelle Bronzoni por aqui mais uma vez para falarmos sobre como será o futuro das viagens mesmo diante do cenário atual.

 

Em meio a este cenário cheio de incertezas - COVID, crise econômica e política - tenho me questionado quando as viagens nacionais e internacionais voltarão ao normal. Acontece que cada vez que eu penso nisso eu entendo que nosso conceito de normal vai passar a ter um novo significado.

 

A partir dos anos 2000 os brasileiros passaram a ter cada vez mais acesso a passagens áreas nacionais, aumentando o turismo dentro do Brasil. Mesmo com o aumento gradativo do dólar e do euro, também foi possível vivenciarmos um aumento do número de brasileiros realizando viagens internacionais a partir do ano de 2010. O baixo preço das passagens aéreas aliado a companhia de turismo que oferecem pacotes de viagens de valores atrativos foram grandes responsáveis por este fenômeno. 

 

Pessoalmente falando, isso foi um grande ganho na minha vida - visto que realizei minha primeira viagem aos Estados Unidos em 2013 - e na vida dos meus pais - a primeira viagem internacional de ambos foi para me visitar enquanto eu ainda morava em Dubai. Porém confesso que fico pensando quando será a próxima viagem nacional e internacional que poderemos…

 

Alguns países europeu ja estão abrindo suas fronteiras, porém com várias restrições, como a Alemanha que abriu as fronteiras apenas com os países vizinhos, ou ainda, a Islândia que vai exigir um teste negativo de Coronavírus antes de permitir a entrada no país. O grande problema atual que nós brasileiros estamos enfrentando é que o aumento de casos do COVID no nosso país pode nos impedir de viajarmos para outros países. Infelizmente o controle da pandemia vai estar diretamente relacionado a abertura de fronteiras para nós, brasileiros.

 

Marcelle, e agora, tenho viagem marcada para o fim do ano?

 

Infelizmente eu não tenho uma resposta pronta para te dar, as notícias, abertura e fechamento de fronteiras tem mudado continuamente desde Março, digo isso porque meu voo de retorno para o Brasil estava marcado para dia 27/03 e dia 22/03 às 19h recebi o aviso de que os voos da companhia Emirates seriam cancelados a partir do dia 25/03! Imagina o meu desespero, eu tive 24h para conseguir um assento no voo do dia 24/03 e ainda por cima tive que encerrar conta de luz, água, telefone, desmontar e devolver um apartamento em 24h! UFA! O jeito é buscar informações diariamente, e caso você tenha comprado uma viagem com uma agência de turismo a fim de entender como eles estão se posicionando com relação a pandemia.

 

E essas super promoções em sites e aplicativos de viagens?

 

É realmente tem promoções que parecem ser bem atraentes aparecendo por aí, mas precisamos pensar em dois pontos importantes: O alto risco dos países não abrirem fronteiras para brasileiros, como eu disse acima; e ainda analisar toda a questão de que considerando um cenário normal, torna-se praticamente impossível um pacote de 11 dias com Orlando e Nova York-  aéreo, hospedagem e aluguel de carro - por 4 mil reais. Prestem atenção porque nem tudo que reluz é ouro.

 

Ok ok, mas e qual o futuro das viagens…

 

No momento, tudo são suposições. Ouvi diversos especialistas em viagens, e responsáveis por agências de turismo, concordo com eles e acredito que em um primeiro momento as pessoas ao redor do mundo vão investir em viagens locais, próximas do seu estado ou região. Algumas pousadas no interior de São Paulo e Paraná ja estão abertas, recebendo hóspedes com até 30% da capacidade. Em uma segunda fase acredito que os brasileiros irão investir mais em viagens nacionais, dando valor ao turismo nacional e conhecimento as belezas incríveis que apenas o Brasil oferece.

 

Tenho algumas sugestões que gostaria de deixar pra vocês:

 

Brotas/SP é uma cidade no interior de São Paulo conhecida por alguns esportes radicais como o Rafting. Minha primeira vez na cidade foi em 2016 e tive a oportunidade de conhecer a Pousada Areia que Canta, um lugar delicioso para passar um final de semana com a sua família. Inclusive um ponto curioso é que a chamada Areia que Canta trata-se de uma formação geológica que só existe em três lugares no Brasil inteiro. Vale a pena conferir.

Florianópolis/SC essa semana foi anunciado que a cidade ja está a um mês sem mortes vítimas do Coronavírus - parece até impossível não falar sobre isso, mas continuando, gostaria de deixar a dica porque passei grande parte das minhas férias de infância em Florianópolis. A Ilha, capital do estado de Santa Catarina, tem praias incríveis, uma beleza natural que encanta muitos turistas, e uma culinária sensacional composta por muitos frutos do mar.

Aracaju/SE não poderia deixar de citar uma cidade no nosso querido Nordeste! Fui para Aracaju em Dezembro de 2018 e fiquei encantada com o povo hospitaleiro, a culinária maravilhosa - alô alô caranguejo - e a variedade de passeios que vão desde praia, até os Cânions do Xingó (aproximadamente 2h da capital).

 

Quando o nosso novo normal chegar, espero que vocês possam aproveitar ainda mais os lugares que eu mencionei acima. Enquanto isso, vamos ficar em casa, lavar as mãos, e aguardar!

 

Obrigada, 

Marcelle Bronzoni

Mais artigos
06/06/2020 - 18h17
A Importância de Viajar!
Viajar é uma das melhores formas de aprendizado, conhecer novas culturas e se aventurar em lugares desconhecidos. Desde pequena sempre fui uma aficcionada por viagens,...
Todos os artigos!
PUBLICIDADE
© 2020 YesMarilia - Notícias, entretenimento e prestação de serviços. Todos os direitos reservados